+55 11 98439 7810|wilson@ioparlo.com.br

Transformando experiência em saber compartilhado

Segunda-feira, 06 de Fevereiro de 2017

“Chefe Secreto”: As lições por trás do conceito

Criatividade, responsabilidade, e experiência já não são os atributos mais valorizados num verdadeiro líder. Você sabe o que realmente as empresas buscam?

 

O quadro “Chefe Secreto”, um dos grandes sucessos recentes da revista eletrônica Fantástico, da Rede Globo, expressa um pouco daquilo que as empresas, de uma maneira geral, esperam, hoje, de um verdadeiro líder. Comandado por Max Gehringer, cada episódio revela mais um detalhe que passa despercebido aos olhos dos melhores gestores. E podemos citar alguns casos: contato próximo e direto com os colaboradores coordenados, soluções práticas para questões (pequenas ou não) de toda ordem, atenção com o controle de qualidade, supervisão adequada do espaço de trabalho, e por aí vai…

 

No fundo, o que se espera de um líder, atualmente, é que ele seja inspirador, engajador, acessível e com enorme capacidade de comunicação no intuito de externar o propósito e as metas da empresa, e, com isso, obter o maior desempenho possível de todos os envolvidos, nos mais diversos níveis. Não se trata apenas de melhoria e aperfeiçoamento dos processos, porque a questão é intrínseca à postura profissional, capaz de elevar ou não o desempenho geral. Um líder verdadeiro tem um olhar crítico e analítico dos processos, sendo capaz de transitar entre o micro e o macro, dedicando suas ações com alinhamento aos interesses maiores, sem que isso seja um custo alto para os envolvidos.

 

Muitas vezes, quando o gestor vai de encontro ao mundo real – onde são aplicados, de fato, os serviços da empresa -, parece que há uma lacuna entre o ideal e o concreto porque são nesses momentos em que ele se dá conta dos verdadeiros obstáculos do dia a dia de quem está lá fazendo a coisa acontecer. Problemas esses que poderiam ser solucionados com facilidade e agilidade numa tomada de decisão ou atitude. Muitas vezes o que falta mesmo é sair do âmbito do pensamento e das ideias e ir ver de perto a prática, para entender com plenitude a realidade que se dá de fato.

 

De todo envolvimento possível, é imprescindível que nos atenhamos também aos vínculos emocionais que existem, afinal de contas, ninguém está numa empresa assumindo exclusivamente um papel de número e estatística. As pessoas, de todos os cargos, estão preenchidas por seus sonhos, valores e conhecimento, e isso reflete em um grau de enorme relevância na motivação de cada indivíduo. O olhar humano, perspicaz e empático, isto é, que consegue se colocar no lugar do outro, é imprescindível na construção do caminho da realização da meta de todos.

 

Por isso, se você é um líder, esteja sempre revendo qualitativamente as suas práticas, e se você é liderado, assuma essa postura e mostre à que veio. Há líderes presentes mesmo quando estão ausentes enquanto há líderes ausentes mesmo quando estão presentes.

 

 

Wilson Medeiros
Palestrante com atuação nos campos de vendas, gestão, liderança e motivação. Acompanhe também no Facebook, no Instagram e no Linked In. Acesse o site: www.wilsonmedeiros.com.br.


Wilson-Medeiros-18-Chefe-Secreto.pdf
Download